PARTO Hospital Memorial São José

A CHEGADA DO FRANCISCO

Sobre amor, carinho, respeito, afeto, paciência e calmaria.

Tudo isso eu descobrir a ter um pouco mais com Marília, Raphael e Francisco. Enquanto todos estavam a pensar em seu parto lá estava ela, tranquila, calma e serena. No que era para as pessoas esta á acalmando quem estava acalmando todos era ela. Todas as vezes que eu pensar em calma pensarei em Marília. Fotografar parto para mim nunca foi um medo muito pelo contrário (sei que posso muita coisa com a câmera no pescoço) a única dificuldade que se tem é com as maternidades pois já tive mamães que me queriam na sala de parto mais a maternidade não permitia. Até que Marília me encontrou e eu encontrei Marília e como nada acontece por acaso o parto dela também não aconteceu por um acaso. Sempre chego no local para fotografar e minha missão é registrar momentos e depois vou para casa, trato as fotos e entrego para o cliente mas o que quase ninguém sabe é o que passo antes de chegar no local para fotografar que as vezes ai é que esta todo o mistério. Como sempre digo... Minha profissão me cura e dessa vez não podia ser diferente.

O parto do Francisco estava previsto para acontecer a daqui a uma semana então a gente ainda tinha uma semana pela frente para resolver a parte burocratica de autorizações e tudo mais junto a maternidade, sendo que, ele se adiantou e tivemos que nós adiantar também, no dia do parto do Francisco, seu Pai Raphael saiu as pressas atrás do formulário para autorizar minha presença dentro da sala de parto e depois de muito vai e vem, corre aqui corre lá, conseguimos.

Eu, a uns 3 dias atrás tinha tomado a vacina da gripe e para variar tive reação alérgica. No dia do parto eu tava com falta de ar, garganta inflamada e quando o Raphael me ligou informando que seria aquele dia eu simplesmente e divinamente de 0% melhorei 60%. Fui ao hospital pegar o formulário pois o parto iria ser a noite então já fui 60% boa, quando cheguei para o parto tava 90% curada. Até ai tudo lindo, parto INCRÍVEL, experiência sensacional. Quando cheguei em casa a ficha não caia, fotografei um parto o meu primeiro parto ao qual uma família confiou em mim para registrar um momento divino. Quando acordei no outro dia voltei na maternidade. Tava muito na correria entre uma foto e outra não tinha nem tempo para pensar muito. Foi então que voltando pra casa quando já tinha finalizado todas as fotos minha vista escureceu e aí eu soube que tinha ficado doente novamente. A reação alergica voltou, tive falta de ar, febre e outras coisas por conta da bendita vacina. Mais FRANCISCO me curou e posso dizer que ME CUREI POR 24 HORAS e mais uma vez a fotografia me CURA literalmente. rsrsrsrs